sexta-feira, 11 de maio de 2012

NA JANELA EU VIA O TEMPO... O TEMPO DE UM MENINO MOLEQUE!




















Um moleque na janela

                                                             Ao amigo,
                                                       Almino Júnior

Acordei moleque
sentado à janela
vendo o sol se esconder
mesmo antes do entardecer
acho que ele ficou cansado
a aurora ficou vadiando
e endoideceu o sol
Aurora é moça faceira
companheira da madrugada
e amante dos matinais que cismam
sempre em avançar pro meio do dia
na busca de sestas viciadas e preguiçosas.

E eu ali,
sentado à janela
perdendo o meu jeito e momento de moleque! 
                                                                               
                                                                             (Gladiston)

                          
AUTOR DESCONHECIDO - IMAGEM COPIADA DO MURAL DE ALMINO JÚNIOR

2 comentários: